Please reload

Recent Posts

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Featured Posts

Escassez, abundância e Organizações Exponenciais: o desafio de empreender

June 29, 2018

 

Você já recebeu um link de uma reportagem e não conseguiu ler porque era restrita a assinantes?

 

Essa é a lógica da Escassez. Ela parte do princípio de que não tem para todo mundo, logo aumentamos o preço e, consequentemente, excluímos pessoas. A escassez não gera riqueza.

Por outro lado, a lógica da Abundância gera riqueza. Ela parte do princípio de que tem para todo mundo, logo diminui o preço e, consequentemente, inclui pessoas.

 

A lógica da abundância criou grandes empresas e negócios mundiais, como Uber, AirBnB, Netflix, Tesla, Waze e Github.

 

Um mindset baseado na lógica da abundância leva a pessoa e as organizações a não só reconhecerem seu valor, sua gestão, liderança e as qualidades dos seus produtos e serviços, como também o valor e etc de outras organizações. Nesse sentido, um mindset abundante não compete e sim co-cria, colabora e cria pontes. Afinal, parte do princípio que "tem para todo mundo".

 

A lógica da abundância é a base da chamada Organizações Exponenciais - conceito introduzido em 2014 por Ismail e Yuri no livro de mesmo nome. Veja aqui.

 

As Organizações Exponenciais, também chamadas de ExOs, operam sem fronteira, em rede e colaborativamente, como o Uber, por exemplo.

O ponto de partida para uma ExO é um Propósito Transformador Massivo (MTP - Massive Transformative Pourpose).

 

Um MTP deve indicar o que a organização pretende fazer, não o que ela faz (propósito); deve tratar efetivamente de uma transformação, e não de uma melhoria (transformador); e deve focar em um grande número de pessoas (massivo).

 

O exemplo de prateleira é o MTP do Google: "Organizar a informação do mundo." Um bom MTP deve, principalmente, inspirar pessoas dentro e fora da organização.

ExOs não ganham mais por causa do valor agregado de poucos produtos/serviços comercializados, ganham mais com baixo valor agregado em produtos escaláveis quase ao infinito.

O Salim Smail tem um pensamento que eu acho espetacular e que resume bem a lógica da abundância e o foco das ExOs.

 

Criar abundância não se trata de criar uma vida de luxo para todos no planeta; se trata de criar uma vida de possibilidades. Se trata de pegar aquilo que era escasso e torná-lo abundante. A escassez é contextual. E a tecnologia é a força libertadora de recursos.

 

Na Brasília School of Business, escola de negócios da qual sou co-fundador, nós buscamos atuar como uma ExO. Não tem lugar fixo para ministrar os cursos, conta com professores parceiros, seus fornecedores são colaboradores, seus clientes co-criam os cursos e outras escolas são vistas como uma inspiração. É grande o desafio operar dessa forma. Nem todos aceitam. Alguns estranham. Talvez porque confiem mais nos velhos modelos. Mesmo assim, insistimos. Acreditamos que o futuro é da abundância. E isso é prático. É real. E exige ações, posicionamento e postura hoje!

 

E você acredita nisso - que o futuro é da abundância? Você consegue identificar em você hoje alguns comportamentos baseados na lógica da escassez? Que ações baseadas na lógica da abundância você poderia começar a fazer hoje?

 

[esse texto é resultado de reflexões de um empreendedor]

 

Se gostou do artigo deixe aqui sua opinião e compartilhe.

 

* Me siga nas redes sociais InstagramFacebook e LinkedIn

* Siga minha hashtag #profwankesleandro

* Visite meu site: www.wankesleandro.com

Share on Facebook
Share on Twitter