Please reload

Recent Posts

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Featured Posts

Como elaborar um cronograma em 4 passos

August 16, 2017

 

Elaborar um cronograma é muito simples. São somente 4 passos. Veja abaixo.

Se você quiser saber quais são os três tipos básicos de cronograma clique aqui

Passo 1: Identificar as atividades

A identificação das atividades é baseada na EAP/WBS do projeto.

Isto é, para identifica-las basta perguntar para cada pacote de trabalho (último nível da EAP/WBS): COMO eu faço esse trabalho?

A resposta será uma série de atividades.

Por exemplo, se um pacote de trabalho é: Compra de material; basta perguntar: COMO eu faço para comprar material? A resposta poderia ser:

1 - Especificar material

2 - Identificar fornecedores

3 - Solicitar orçamento

4 - Realizar pedido

5 - Realizar pagamento

 

Neste exemplo, do pacote de trabalho "Compra de material" surgiram 5 atividades.

 

Perceba que as atividades devem ser escritas com verbo no infinitivo.

 

Passo 2: Sequenciar as atividades

Após a identificação das atividades, devemos sequenciá-las.

Para isso, primeiro devemos entender que toda atividade é representada por uma barra. E a relação entre duas atividades (ou barras) é representada por uma seta que liga as duas.

A seta de ligação (também chamada de relação de precedência) pode partir ou chegar do início de uma barra e chegar ou partir do seu término.

A figura abaixo representa 3 tipos de relações de precedência: Término-a-Início; Início-a-Início e Término-a-Término.

 

OBS.: essa representação das atividades como uma barra e das relações de precedência como uma seta é conhecido como Método do Diagrama de Precedência (MDP), que é o mais utilizado.

 

O quarto e último tipo de relação de predecência é: Início-a-Término (IT).

Ela é utilizada, normalmente, quando há a necessidade de ser manter uma continuidade do trabalho, sem interrupção, pois a atividade sucessora será terminada somente após a antecessora ser iniciada.

Passo 3: Estimar os recursos

Este processo significa estimar o tipo e a quantidade dos recursos materiais, humanos e equipamentos que serão alocados em cada atividade.

É interessante notar que este processo está diretamente relacionado com o processo de Estimar o custo do projeto e, por isso, é desenvolvido praticamente junto.

 

Passo 4: Estimar a duração

Esta última etapa antes de obter o cronograma consiste em estimar a quantidade de esforço necessário para completar cada atividade. Geralmente, esta estimativa é realizada em períodos de trabalho (por exemplo, manhã ou tarde) ou em dias. Mesmo que depois seja transformado em horas.

Para ter uma estimativa realista de duração é muito recomendado que o Gerente do Projeto consulte o recurso (a pessoa) previsto para ser alocado na atividade, se possível.

Se você gostou desse artigo: compartilhe. É só clicar no botão mais abaixo. Também ficarei muito feliz em ouvir a sua opinião.

 

Abs e sucesso sempre!

 

WL

 

Ps: 

Se você quiser citar esse artigo ou parte dele em seu trabalho acadêmico basta copiar a referência a seguir: RIBEIRO, Wankes L. Como elaborar um cronograma em 4 passos. Disponível em: http://www.wankesleandro.com/ Acesso em dd/mm/aaaa.

Share on Facebook
Share on Twitter